Quem Escreve

Zao Make up Portugal

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Bruxismo

Olá a todas(os)! Espero que a semana esteja a ser boa, então com o feriadozinho de ontem.. Que mimo, não é? Leram o post anterior? Falamos sobre Colorterapia.


Hoje o tema que vamos abordar aqui n’A Magia da Saúde, escolhido por vocês, é Bruxismo.


O que é o Bruxismo?

Bruxismo é um distúrbio caracterizado pelo apertar e ranger dos dentes, de forma involuntária, com a utilização excessiva da musculatura mastigatória. Podemos considerar duas formas de bruxismo: diurno e nocturno.

Bruxismo diurno acaba por ser um comportamento semi-voluntário da mandíbula, com o apertar dos dentes, enquanto a pessoa está acordada, estando relacionado com um hábito ou uma reação ao stress. Bruxismo noturno, ou do sono, é inconsciente, a pessoa range ou aperta os dentes com produção de sons enquanto está a dormir. Este último, afeta principalmente as crianças, mas também pode afetar adultos. Entre 15% a 90% da população já teve episódios de bruxismo, pelo que os estudos indicam. No entanto, apenas 5 a 20% têm consciência que o têm. Em Portugal, a estimativa de pessoas afetadas pelo bruxismo ronda um número de 100 000 pessoas.

As crianças rangem os dentes dentro de padrões que vão ser essenciais à sua normal esfoliação e também para o posicionamento nos maxilares. Sendo uma situação normal que aconteça, os pais devem na mesma estar atentos ao ruído mas não ficando alarmados, especialmente se for de noite.


Como identificar sinais de bruxismo?

O sintoma mais comum desta condição são as dores de cabeça, ocorrendo três vezes mais nas pessoas com bruxismo do que nas restantes. Isto porque o bruxismo provoca tensões ao nível das articulações temporomandibulares (articulação que liga a mandíbula ao crânio), podendo desgastar as mesmas e causar dores de cabeça.
Os principais sintomas deste distúrbio são: dores de cabeça, desconforto na articulação temporomaxilar, emitir um som de ranger os dentes durante a noite, contrações rítmicas dos músculos da mandíbula, um som como um estalo ou clique quando mexe a articulação temporomandibular, dores nos músculos da face e nas orelhas, rigidez dos ombros, limitação no movimento de abertura da boca e perturbações do sono.

O ranger dos dentes provoca um desgaste excessivo nos dentes, sendo evidenciado um desgaste do esmalte dos dentes ou até mesmo fratura de peças dentárias, inflamação das gengivas e excessiva mobilidade dos dentes.
Nas crianças, o bruxismo normalmente ocorre associado a obstrução nasal e queixas respiratórias resultantes de hipertrofia das amígdalas e adenóides.

Se tiver algum sintoma que foi mencionado, ou alguém lhe disse que faz um barulho perturbador rangendo os dentes, recorra ao seu dentista para um diagnóstico mais preciso.

O que causa o Bruxismo?

O bruxismo está associado ao stress (tendo uma prevalência de 70% dos casos), ansiedade, frustração, má oclusão (quando os dentes e a mandíbula não se alinham corretamente), consequência de determinadas doenças do sistema nervoso, em alguns casos pode ser efeito secundário de alguns medicamentos para o tratamento da depressão.


Estudos indicam que o sedentarismo da sociedade atual também contribui para esta situação de stress, bem como os hábitos de ingestão excessiva de cafeína e álcool. Os estudos demonstram também que, durante as crises do bruxismo noturno, ocorre um aumento da atividade cardíaca, respiratória e muscular, o que sugere uma relação entre os mecanismos do sono e o bruxismo, sendo assim, o consumo de substâncias para o sono, depressão e ansiedade pode alterar os padrões de sono e, assim, aumentar o risco de ocorrência de bruxismo.


Como tratar o bruxismo?

Vou indicar alguns artigos no fim do post que me ajudaram na pesquisa para este post e para vocês analisarem o que faz sentido ou não.

Antes de mais, devemos entender qual a causa do bruxismo e tentar controlar a causa. Sendo que um dos pontos mais importantes é mesmo controlar o stress e ansiedade, para os quais vou dar algumas dicas mais abaixo em como prevenir.

Um método muito utilizado no tratamento do bruxismo é o uso da goteira, um aparelho de proteção feito de acrílico e que é colocada na arcada dentária durante a noite para distribuir a força muscular em todos os dentes e proteger os dentes do desgaste do esmalte.


É importante tornar o bruxismo diurno um problema consciente, ou seja, a pessoa quando sabe que tem este distúrbio deve estar atenta ao seu comportamento durante o dia e, com chamadas de atenção a si próprio é possível educar o cérebro, utilizando manobras que proporcionam o afastamento dos dentes evitando o seu desgaste. 

Estudos recentes, põem também em hipótese de tratamento a aplicação, por meio de injeção, de toxina botulínica tipo A (BOTOX) em dois músculos (representados na imagem).


Os estudos indicam que este método pode diminuir os níveis de dor e a frequência dos episódios de bruxismo, e não provoca efeitos secundários importantes. Apesar de ser um tratamento que apresenta ser eficaz, os vários artigos que li mencionam que é necessário mais estudos que sigam critérios de qualidade para perceber melhor a sua segurança e eficácia.

Antes de tudo.. Vamos prevenir!


Prevenção propriamente dita não existe. Mas, o desporto, a boa postura, terapias de relaxamento e bons hábitos de vida são fundamentais, visto que o stress é algo condiciona bastante para esta patologia. Para dicas de relaxamento para evitar o stress e ansiedade, podem recorrer aos posts que já escrevi aqui na rubrica A Magia da Saúde: 



No caso das crianças, a prevenção dos episódios do bruxismo é diminuir os níveis de ansiedade, o que pode ser possível utilizando algumas das técnicas que menciono nos posts que partilhei no paragrafo anterior, ouvindo música relaxante, ler um livro.. Mas acima de tudo, dar atenção ao que a criança sente, valorizar os sentimentos e emoções que ela partilha consigo e demonstrar que ela estará sempre acompanhada, mostrando que irá conseguir lidar com os seus sentimentos. Converse com a criança, partilhe momentos de família, faça-a sentir segura e confiante.


Espero que este post vos tenha sido útil e que tenham gostado do tema. Para a próxima 6ª-feira cá estarei com um novo tema, escolhido por vocês!

Que tema gostariam que fosse abordado para a próxima 6ª-feira?


Aproveito para vos dizer os temas que já foram sugeridos anteriormente e não foram abordados, pode ser que vos interesse algum e, se for o mais votado, irá ser o tema da próxima semana:

1 – Sons binaurais e seus benefícios
2 – Naturopatia
3 – AngelKi: o que é? Quais os benefícios?
4 – Cromoterapia em Portugal
5 – Reflexologia


Links dos artigos para este post (fontes):


Mil beijinhos & xi-💓 bem apertadinho!
Vemo-nos, por aqui, na próxima 6ª-feira,
 Enfª Mónica Soares














Instagram: @enfmonica.mae

13 comentários:

  1. Adorei o post Paula.
    Eu sofro de bruxismo por causa de má oclusão.
    Uso a goteira, e ainda bem, porque este problema andava a deixar-me muito cansada, esgotada, e desde que uso a goteira estou bem melhor! Obrigada

    ResponderEliminar
  2. oi!
    Parabéns pelo post, super informativo. Eu não sabia que o bruxismo está associado ao stress....
    bjo

    ResponderEliminar
  3. Muito bom o texto...muitas coisas que não sabia sobre o bruxismo.Bom saber!

    ResponderEliminar
  4. Eu tenho uma amiga que tem bruxismo, ela me fala que é horrível. Inclusive, vou mandar seu link para ela ver, pois acho que tem informações bastantes importantes. Sucesso!

    ResponderEliminar
  5. Olá, tudo bem? Nossa, muito interessante essa postagem, eu realmente não sabia destas informações... Adorei!

    ResponderEliminar
  6. Eu tenho bruxismo desde pequena, mas quando fui crescendo foi piorando ao ponto de ter muito desgaste nos dentes. Uso a plaquinha para dormir e quando esqueço sinto fortes dores na cabeça. Muito bom seu post, pouca gente conhece!!!
    Beijos

    ResponderEliminar
  7. Oie
    Tudo bom?
    Eu tenho bruxismo desde criança e minha filha puxou a mim.
    É uma coisa muito chata, pois sempre fico com dor de cabeça e ouvido, mas agora estou usando aparelho pra endireitar os dentes e a mordida.
    Amei seu post.
    Beijos

    ResponderEliminar
  8. Nossa muito bom o seu post não tinha visto nenhum falando sobre o assunto ainda eu tenho bruxismo e estou pensando em colocar aparenlho

    ResponderEliminar
  9. Cromoterapia em Portugal :)
    A minha mãe sofreu de bruxismo em criança, não fez nada para "curar" mas quando cresceu o bruxismo parou.
    Foi um tema interessante ;)

    ResponderEliminar
  10. Eu tenho apertamento e uso esse aparelho, que por sinal conheço pelo nome de 'placa' rsrs amei seu post, muito instrutivo. Abraços...

    nayanemartins.com

    ResponderEliminar
  11. As vezes acontece isso comigo e eu nem sabia o porque,ainda bem que li esse post

    ResponderEliminar
  12. Eu não conheço ninguem que tenha bruxismo mas já ouvi e li vários relatos sobre. As pessoas em geral reclamam que muitos médicos/dentistas demoram no tratamento e alguns deles não sabem diagnosticar certo.

    ResponderEliminar

Deixa o teu comentário. É muito importante para mim saber a tua opinião. Respondo sempre... Vai passando para saberes a resposta.

BeijinhoBom*